Família, lugar de perdão

Não existe família perfeita. Não temos pais perfeitos, não somos perfeitos, não nos casamos com uma pessoa perfeita nem temos filhos perfeitos.

Temos queixas uns dos outros. Decepcionamos uns aos outros. Por isso, não há casamento saudável nem família saudável sem o exercício do perdão. O perdão é vital para nossa saúde emocional e sobrevivência espiritual. Sem perdão a família se torna uma arena de conflitos e um reduto de mágoas.
Sem perdão a família adoece. O perdão é a assepsia da alma, a faxina da mente e a alforria do coração. Quem não perdoa não tem paz na alma nem comunhão com Deus. A mágoa é um veneno que intoxica e mata.

Guardar mágoa no coração é um gesto autodestrutivo. É autofagia. Quem não perdoa adoece física, emocional e espiritualmente.
É por isso que a família precisa ser lugar de vida e não de morte; território de cura e não de adoecimento; palco de perdão e não de culpa. O perdão traz alegria onde a mágoa produziu tristeza; cura, onde a mágoa causou doença.

Maria Cristina

A Poesia Suave de Jesus

O Evangelho de Jesus é um poema à simplicidade. Não requer explicações metafísicas nem elasticidade filosófica para entendê-lo.

Olhai as aves do céu, não semeiam nem ceifam, mas nosso Pai celestial as alimenta. É a lição do desprendimento.

Aquele que põe a mão no arado e olha para trás não está apto ao reino de Deus. É a lição da perseverança.

Aquele que estiver sem pecado que atire a primeira pedra.  É a lição da autoanálise.

Quando fordes convidados para um banquete senta no último lugar.  É a lição da humildade.

Aquele que quer ser o maior que seja o que mais serve.  É a lição da caridade.

Vinde a mim todos vós que estás aflitos e sobrecarregados e eu vos aliviarei.  É a lição do acolhimento.

Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração.  É a lição da delicadeza.

Reconcilia-te com o teu inimigo enquanto estás a caminho com ele.  É a lição da paz.

Saiu o semeador a semear a sua semente.  É a lição do trabalho.

Para entrar no reino do céu é necessário nascer de novo.  É a lição da volta.

O filho do homem veio para servir e não para ser servido.  É a lição da nobreza.

Seja o vosso falar sim, sim e não, não.  É a lição da firmeza.

Tratai a todos como gostarias de ser tratado.  É a lição da justiça.

Vai e não peques mais!  É a lição da resistência.

Lázaro, levanta-te e anda! É a lição da fé.

Procure Jesus nas coisas simples, na lágrima, no afago, na alegria pura, no trabalho honesto, no gesto fraterno, no poema à vida, enfim, em tudo que eleva e ilumina. Por isso é tão difícil para a ciência e para a filosofia encontrá-lo.

Luiz Gonzaga Pinheiro

 

Responsabilidade

Deus emprestou-te filhos
Para que o eduques.
Deus confiou-te terras
Para que as cultives.
Deus mandou-te o dinheiro
Para servir ao bem.
Deus te envia a saúde,
A fim de que trabalhes.
Deus o fez livre, forte,
E também responsável.
A vida é luzem todos
Mas o mundo é de Deus

Emmanuel – Francisco Cândido Xavier

O Martírio e a Tristeza

Deus criou para todos nós, a alegria como  sentimento de luz, a reavivar o espírito, para o prosseguimento de sua jornada, aos píncaros da pureza e da perfeição.

Diante do pesar, a alma sente recrudescer sua vontade em vencer as dificuldades e empecilhos.

A dor, é o impulso.

O problema teste.

Obstáculos, aferição da destreza.

Quando as provações parecem avolumar, é o momento da calma, serenidade e confiança, na bondade do altíssimo.

Entendamos que, quando a aflição nos atordoa, a tristeza é a pior companhia, pois,nos martiriza, conduzido -nos a inércia.

Procuremos conduzir e canalizar todas as dificuldades, problemas, amarguras  e aflicões, ao trabalho em favor dos mais necessitados e tenhamos a certeza de que, será o nosso próprio trabalho, que no momento plausível será liquidado.

Fernando

 

 

A Mágoa

Se a mágoa lhe bate à porta, entorpecendo-lhe a cabeça ou paralisando-lhe os braços,
fuja dessa intoxicação mental enquanto pode.
Se você está doente, atenda ao corpo enfermiço, na convicção de que não é com
lágrimas que você recupera um relógio defeituoso.
Se você errou, busque reconsiderar a própria falta, reajustando o caminho sem
vaidade, reconhecendo que você não é o primeiro e nem será o último a encontrar-se
numa conta desajustada que roga corrigenda.
Se você caiu em tentação, levante-se e prossiga adiante, na tarefa que a vida lhe
assinalou, na certeza de que ninguém resgata uma dívida ao preço de queixa inútil.
Se amigos desertaram, pense na árvore que, por vezes, necessita de poda, a fim de
renovar a própria existência.
Se você possui na família um ninho de aflições, é forçoso anotar que o benefício da
educação pede a base da escola.
Se sofrer prejuízos materiais, recorde que, em muitas ocasiões, a perda do anel é a
defesa do braço.
Se alguém lhe ofendeu a dignidade, olvide ressentimentos, ponderando que a criatura
de bom senso, jamais enfeitaria a própria apresentação com uma lata de lixo.
Se a impaciência lhe marca os gestos habituais, acalme-se, observando que os
pequeninos desequilíbrios integram, por fim, as grandes perturbações.
Seja qual for o seu problema, lembre-se de que toda mágoa é sombra destrutiva e de
que sombra alguma consegue permanecer no coração que se acolhe ao trabalho,
procurando servir.
André Luiz – Chico Xavier